PE. EXPEDITO DA SILVA GUIMARÃES (1946-1992)

46 anos

Expedito nasceu em Esperança – PB aos 8 de abril de 1946. Ingressou em Rio Claro – SP em 1959, mas pouco depois retornou para sua casa. Voltou à Congregação em 1976, deixando o terceiro ano do curso de engenharia. Iniciou o noviciado em 1977. Emitiu os votos pela primeira vez em 1978, os perpétuos aos 23.01.1981. Foi ordenado sacerdote em São Caetano do Sul – SP aos 14 de fevereiro de 1981.
Foi vigário paroquial e pároco em Praia Grande – SP, Marília – SP, Itararé e Rio de Janeiro – RJ (Santa Cruz).
Expansivo e jovial, sabia com muita facilidade fazer amizades onde trabalhou como padre. Dedicava-se a visitar famílias, principalmente necessitadas e pobres.
Quando se tornou pároco em Santa Cruz, bairro do Rio de Janeiro – RJ, iniciou um trabalho intenso para organizar e levar a cabo os chamados “núcleos habitacionais”, ou seja, um conjunto de casas para os favelados.
Outro trabalho pastoral ao qual se dedicou com carinho foi a organização de aulas de ensino religioso nas escolas por meio de suas constantes visitas, da preparação dos professores e de seu incentivo junto aos alunos.
Certo dia sentiu-se mal, foi levado imediatamente ao hospital e durante a cirurgia constatou-se pacreatite aguda hemorrágica, resultado da falta de cuidado com a saúde. Poucos dias depois passou por outra cirurgia, mas não resistiu. Faleceu no dia 21 de abril de 1992. Foi sepultado no cemitério de Santa Cruz.
O Vigário geral da arquidiocese do Rio de Janeiro escreveu ao Padre Provincial dos estigmatinos: “Gostaria que o senhor enviasse a Santa Cruz outro sacerdote estigmatino que assumisse a paróquia com o mesmo zelo e dedicação de Pe. Expedito”.

Artigo Original.

Os comentários estão desativados.